segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

HORAS DE TÉDIO


Dias semelhantes a estes
Chuvosos, sem cor
Até o absoluto silêncio me incomoda
Não vejo cores lá fora
E aqui dentro menos
Não sinto nada a não ser
Agonia em horas de tédio
Tento ouvir música
Mas não há nada diferente para ouvir
Tento me animar
E um desânimo absurdo não deixa
Mas de que adiantará toda esta minha queixa

Nenhum comentário:

Postar um comentário