terça-feira, 4 de setembro de 2012

MOMENTO RARO DE EMOÇÃO


O mar de frente para a gente
O céu de tom vermelhado por sobre nós
Um beijo doce e quente
Um sonho vivido por nós dois a sós


Momento raro de emoção
Na estrada da vida o alento
Pro meu e pro seu coração
Eternizado neste momento


A beleza de nossa união
Em horas que jamais irão perecer
Na saudade mora a inquietação
De quem a vida ama viver


Como um garoto beijo teu lindo rosto
Minha menina de ontem, hoje e amanhã
Sinto o seu carinho suave e gostoso
Suas mãos parecem ter sido feitas de lã


A rosa me lembra o contorno do teu sorriso
E o perfume que um dia me atraiu
O amor nos cercou em um paraíso
Por isso a alegria de nós não partiu

3 comentários:

  1. Linda poesia!! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. A estrada do amor proporciona momentos de singelas ternuras. Belo poema!
    Abração.

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde querido Daniel, é um prazer ler esses versos que tão lindamente falam de amor, amor doce, terno... Muito linda obra!

    Estou com novo blog, espero que goste.
    Fica com Deus, bjos... Dê.

    ResponderExcluir